BIBLIOTECA DA FEAAC/UFC


A Biblioteca da FEAAC atende aos cursos de graduação em Economia, Administração, Ciências Atuariais, Ciências Contábeis, Secretariado Executivo e Finanças. Além do Programa de Pós-graduação em Administração e Controladoria e diversos cursos de Especialização, todos vinculados a Universidade Federal do Ceará.

Guia Ilustrado da BFEAAC

A Biblioteca da FEAAC preparou um guia simples com as principais informações sobre os produtos, serviços e normas da bibliotecas. Confira!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Biblioteca da FEAAC oferta treinamento de Normalização

A Biblioteca da FEAAC ofertará para a comunidade da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (FEAAC) treinamentos de Normalização de Trabalhos Acadêmicos no mês de setembro. O objetivo do treinamento é orientar os alunos que estão elaborando Trabalho de Conclusão de Curso quanto a padronização de seus trabalhos acadêmicos de acordo com as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Interessados devem se inscrever através do formulário eletrônico. Estão disponíveis três turmas em dias e horários diferentes.

  • Dia: 13/09 das 16h às 18h – Referências Bibliográficas, Citações e Apresentação de Trabalhos Acadêmicos
  • Dia: 14/09 das 18h às 20h – Referências Bibliográficas, Citações e Apresentação de Trabalhos Acadêmicos.
  • Dia: 15/09 das 13h às 15h – Referências Bibliográficas, Citações e Apresentação de Trabalhos Acadêmicos.

 

Acesso unificado ao Portal de Periódicos da Capes

BANNER_ONLINE

Desde 1 de junho de 2016, o acesso ao acervo de publicações científicas do Portal de Periódicos da CAPES pode ser realizado exclusivamente através do site www.periodicos.capes.gov.br. Isso quer dizer que para pesquisar, consultar e ler as publicações em texto completo você precisa realizar o primeiro acesso na página do portal.

 

A BFEAAC te convida a distribuir afeto por aí

Nesse começo de junho em que o clima da semana dos namorados se mistura com o clima das festas juninas a Biblioteca da FEAAC tem um convite especial para você… Vem espalhar afeto junto com a gente.

Nada melhor que receber carinho. Por isso a BFEAAC espalhou cartazes pela biblioteca incentivando você a compartilhar um pouco de gentileza e carinho com quem é especial na sua vida.

Procure um de nossos cartazes, destaque uma mensagem e distribua afeto por aí você também! IMG_20160607_232822

Biblioteca lança ferramenta para elaboração de ficha catalográfica

banner_elabore_ficha_catalograficaÉ com satisfação que anunciamos o lançamento do Catalog! – ferramenta para elaboração de fichas catalográficas. A ferramenta pode ser acessada no site da Biblioteca Universitária da UFC, clicando no banner “Elabore sua ficha catalográfica“. É mais um serviço oferecido de forma totalmente eletrônica, onde o usuário pode finalizar o atendimento por conta própria.

Com o objetivo de agilizar o processo de elaboração da ficha catalográfica, a Comissão de Normalização, do Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará, implementou o Catalog!, que foi desenvolvido pelo Bibliotecário Felipe Ferreira da Silva, do Campus da UFC em Crateús, a partir do código fonte disponibilizado pela Biblioteca do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP.

Utilizando essa ferramenta, o aluno pode elaborar a ficha catalográfica de seu trabalho com total autonomia, mediante o preenchimento correto do formulário eletrônico, gerando a ficha catalográfica em arquivo PDF, disponível para download e/ou impressão. Não é necessário realizar cadastro para acessar esse serviço.

Fonte: Direção da Biblioteca Universitária

Aplicativo lista pontos de coleta de resíduos em Fortaleza

Alunos do curso de Ciências Ambientais da Universidade Federal do Ceará, criaram o aplicativo DescarteINFO, que lista os pontos de coleta de resíduos e utensílios na cidade de Fortaleza. Essa ferramenta é o resultado de uma iniciativa para construção de uma cidade mais limpa e sustentável e foi criado para oferecer informações que estimulem na população atitudes no que diz respeito ao descarte ecologicamente correto de resíduos sólidos.screen322x572

O app que está disponível para download gratuito na Google Play para celulares ou tablets com Android e AppStore para iPhones e iPads. No DescarteINFO é possível consultar informações sobre:

  • Pontos de coleta de resíduos sólidos e utensílios;
  • Disponibilização dos materiais recebidos por cada ponto;
  • Endereço, telefone e horário de funcionamento dos locais de descarte;
  • Categorias de diferentes resíduos e utensílios;
  • Rota para o local de descarte selecionado.
Para mais informações acesse a página do aplicativo no Facebook. Curta, compartilhe e ajude a construir uma sociedade mais sustentável.

Prorrogado período de avaliação dos produtos e serviços do Sistema de Bibliotecas da UFC

Foi prorrogado até o dia o dia 30 de abril de 2016 o período para a avaliação dos produtos e serviços do Sistema de Bibliotecas da UFC. Toda a comunidade acadêmica pode participar da pesquisa, que está em sua terceira edição, respondendo ao questionário de avaliação.

banner_principal_avaliacao_bu sem data

 

Resultado do Sorteio comemorativo ao Dia Internacional do Livro

Resultado

No período de no período de 04 a 08 de abril de 2016 a Biblioteca da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (BFEAAC) realizou, em sua página no Facebook, um sorteio em homenagem ao Dia Internacional do Livro.

O vencedor do sorteio foi Adriano Sousa.

O link do resultado pode ser acessado aqui.

A BFEAAC agradece a todos/as que participaram e divulgaram o sorteio. Continuem acompanhando nossas atividades aqui no blog e no nosso Facebook.

Biblioteca da FEAAC realiza sorteio comemorativo ao Dia Internacional do Livro

Em homenagem ao Dia Internacional do Livro, 05 de abril, a Biblioteca da Faculdade de Economia, Administração, Atuária e Contabilidade (BFEAAC) realizará um sorteio em sua página oficial no Facebook.

Kit (Horizontal)

Kit que o vencedor do sorteio receberá como prêmio.

Os interessados em participar devem ir até a página da Biblioteca da FEAAC no Facebook, acessar o link da promoção e clicar em “Quero participar”. A promoção ficará no ar no período de 04 a 08 de abril de 2016.

O vencedor do sorteio ganhará um kit especial para leitores como o que aparece na imagem. O kit contém:

  • 3 livros
  • 1 ecobag da Campanha de Preservação do Acervo
  • 1 squeeze da Campanha de Preservação do Acervo
  • 1 bloco de anotações
  • 1 caneta

O vencedor deverá ter disponibilidade para vir buscar o prêmio na BFEAAC. O resultado estará disponível tanto no Facebook quanto aqui no blog da biblioteca.

Avaliação de produtos e serviços da Biblioteca pode ser feita até 22 de abril

O Sistema de Bibliotecas da UFC, buscando melhorias no atendimento aos seus usuários, realiza até o dia 22 de abril avaliação de seus produtos e serviços. Toda a comunidade acadêmica pode participar da pesquisa, que está em sua terceira edição, respondendo ao questionário de avaliação.

Imagem_divulgacao_questionarioO estudo tem como objetivos avaliar o nível de satisfação dos usuários do Sistema de Bibliotecas da UFC, identificar as necessidades de informação da comunidade acadêmica e averiguar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela Biblioteca Universitária.

Todas as respostas obtidas serão utilizadas exclusivamente para compor o Relatório de Avaliação, a ser elaborado pela Comissão de Serviços da Biblioteca Universitária, e para embasar a elaboração de trabalhos técnico-científicos.

Inventário anual do Sistema de Bibliotecas da UFC

Anualmente, a Biblioteca Universitária da UFC realiza o inventário de seu patrimônio bibliográfico, atividade que se dá por exigência do Tribunal de Contas da União. O procedimento referente ao ano de 2015 será realizado de 22 de fevereiro a 11 de março. 

Por isso, durante o inventário, as bibliotecas estarão abertas exclusivamente para a devolução de livros e para a entrega de declaração de quitação (“nada consta”). A renovação pela Internet continuará disponível, mas a liberação de reservas estará suspensa durante o inventário, sendo retomada normalmente a partir de 14 de março. Não serão cobradas multas referentes a esse período.

 biblioteca
A Direção da Biblioteca Universitária solicita a compreensão de todos quanto aos transtornos que essa medida poderá causar, comprometendo-se a agilizar ao máximo tal procedimento com o intuito de voltar a prestar serviços da melhor qualidade possível a nossos usuários.

Fonte: Biblioteca Universitária e UFC

Os presentes estão chegando!

Entre os dias 14 e 17 de dezembro, as 18h, colocaremos uma quantidade limitada de presentes aos pés da árvore de natal da biblioteca. Cada presente tem uma breve descrição de seu conteúdo para que você possa escolher.

Capa_Natal01

A cada dia novos presentes serão depositados na árvore. Por isso, se você não conseguir chegar a tempo ou nenhum dos presentes te deixar curioso a ponto de escolhê-lo, volte no dia seguinte e procure aos pés da nossa árvore algo que desperte o seu interesse.

Sistema de Bibliotecas da UFC lança novo site

O Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal do Ceará lançou, na última semana, seu novo site institucional.

portal

Página inicial do novo site da Biblioteca Universitária

O site foi reformulado em parceria com a Divisão de Portais Universitários da UFC. Após a reformulação, além de passar a seguir o layout do Portal da UFC, o site da biblioteca apresenta seus recursos de maneira mais atraente e simplificada. Todo conteúdo do portal foi atualizado e novas seções, como a de Perguntas Frequentes, foram adicionadas.

Aproveite essa nova interface para navegar e conhecer mais e melhor os produtos e serviços ofertados pelo Sistema de Bibliotecas da UFC.

 

A equipe da BFEAAC deseja a você um Feliz Natal. Boas Festas!

12299283_1094713507214264_339308892646007997_n

Gerenciador de Referências Mendeley disponibiliza aplicativo

7923439940_a4157d3a18_b

Finalmente foi lançado, no dia 16 de junho, o aplicativo, para o sistema operacional Android, do Gerenciador de Referências Mendeley. Segundo a empresa, foi feito tudo o possível para garantir que o aplicativo defina um novo padrão no mundo dos aplicativos de gerenciamento de referências.

Confira vídeo apresentado o aplicativo.

Depois da Sessão: Sugestões de leitura relacionadas a Clube da Luta

Depois da Sessão (Blog)Ontem, dia 23/04, o Cine FEAAC exibiu o filme Clube da Luta. Este filme tem um roteiro caótico, mas a história trata basicamente de materialismo e desapego. Embora não recomendemos que você saia por aí repetindo tudo que aparece no filme, mas se olharmos as entrelinhas da história, veremos que o filme traz uma importante mensagem: a mensagem de se libertar das amarras que estejam lhe sufocando e/ou aprisionando. E convenhamos: Isso é uma ótima ideia.

A seguir, sugerimos alguns títulos que possuem certa relação com o exposto anteriormente.

CASTRO, Alfredo Pires de. Automotivação: como despertar esta energia e transmiti-la as pessoas. Rio de Janeiro: Campus, c1996. 98 p ISBN 8535200010

Número de Chamada:  153.8 C35a

LAZZARATO, Maurizio. As revoluções do capitalismo. Rio de Janeiro, RJ: Civilização Brasileira, 2006. 268 p. (A política do Império). ISBN 8520007368 (broch.).

Número de Chamada:  330.122 L46r

LIPOVETSKY, Gilles. O império do efêmero: a moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. 294 p.: ISBN 8571640165 (broch.)

Número de Chamada: 391.009 L74i (BCT) (BCH) (BFD)

PLEKHANOV, G; D’Holbach. Ensaios sobre a história do materialismo: (D’Holbach-Helvetius-Marx). Lisboa: Estampa, 1973. 234p. (Coleccão Teoria,16)

Número de Chamada:  146.3 P781e (BCH)

ROSIER, Alexandre. Sentinela de pedra: a conquista do Aconcágua. Fortaleza, CE: Lumiar Comunicação, 2014. 271 p. ISBN 9788564179141 (broch.).

Número de Chamada:  153.8 A37s

VIANA, Nildo. Universo psíquico e reprodução do capital: ensaios freudo-marxistas. ISBN 9788571372757 (broch.).

Número de Chamada: 146.32 V668u (BCH)

Depois da Sessão: Sugestões de leitura relacionadas a Gênio Indomável

Ontem, dia 16/04, o Cine FEAAC exibiu o filme Gênio Indomável. Esse é um filme bastante inspirador, especialmente para quem se acha indigno de alcançar sucesso por meio de seus talentos ou dúvida de seu próprio potencial. A história do personagem Will Hunting mostra que ao invés de temer devemos sempre buscar desenvolver talentos, habilidades e competências sejam elas pessoais ou profissionais.

Então, que tal fazer como o personagem do filme, que era um leitor ávido, visitar a biblioteca e pegar alguns livros que podem te ajudar nesse processo de crescimento pessoal e/ou profissional?

A seguir sugerimos alguns títulos.

BIANCO, Mônica de Fatima (Org.). Competências e gestão: dialogando com o trabalho e decifrando suas conexões. Vitória, ES: UFES, 2014. 175 p.

Número de Chamada:  658 C735

CASTRO, Alfredo Pires de. Automotivação: como despertar esta energia e transmiti-la as pessoas. Rio de Janeiro: Campus, c1996. 98 p ISBN 8535200010

Número de Chamada:  153.8 C35a

GESTÃO e desenvolvimento de competências. Lisboa: Edições Sílabo, 2007. 442 p. ISBN 9726184096 (broch.)

Número de Chamada:  658.3 G333

MESQUITA, Rogério. Despertando campeões. Goiânia, Go: Editora Kelps, 2014. 115 p. ISBN 9788540010123 (broch.).

Número de Chamada:  153.8 M546d

ROSIER, Alexandre. Sentinela de pedra: a conquista do Aconcágua. Fortaleza, CE: Lumiar Comunicação, 2014. 271 p. ISBN 9788564179141 (broch.).

Número de Chamada:  153.8 A37s

Entenda a diferença entre Eficiência e Eficácia de uma vez por todas

Que atire a primeira pedra quem nunca se confundiu com a definição e aplicação dessas duas simples palavras: Eficiência e Eficácia. Sem medo de afirmar, essa é uma das dúvidas mais frequentes da área de Negócios. Mas afinal, qual a diferença entre eficiência e eficácia? É possível ser eficiente, mas não eficaz?

Peter Drucker, o pai da Administração moderna, define os termos da seguinte forma:

A eficiência consiste em fazer certo as coisas: geralmente está ligada ao nível operacional, como realizar as operações com menos recursos – menos tempo, menor orçamento, menos pessoas, menos matéria-prima, etc…

Já a eficácia consiste em fazer as coisas certas: geralmente está relacionada ao nível gerencial.

Entendeu porque a confusão? As definições são muito parecidas! As palavras praticamente se repetem, apenas a ordem muda. Sendo assim, vamos aos exemplos para tentar desenrolar o caso:

Imagine um artesão antigo que faz sapatos, um sapateiro. Ele trabalha sob encomenda e sozinho. Sabe o que fazer. Tem que comprar couro, cola e cordões e depois fazer o sapato.

Qual é a sua preocupação?

Ele tem que ser eficiente, ou seja, deve fazer as coisas de forma certa com o menor uso de recursos e tempo possível, tem que dominar o processo, ser habilidoso e rápido. Isso é eficiência, fazer as coisas de forma certa. É diferente de eficácia, que significa fazer com que as coisas certas sejam feitas.

Porém, no caso do artesão, em virtude de trabalhar sozinho, eficiência e eficácia se sobrepõem. O conceito de eficácia surge quando há divisão de tarefas entre pessoas, quando aparece a possibilidade de se fazerem coisas que não sejam importantes, que não sejam as coisas certas. E essas podem ser feitas com muita eficiência.

Isso é muito comum nas empresas: um funcionário fazendo, com extrema eficiência, tarefas completamente inúteis, são os chamados “enxugadores de gelo”. E é exatamente aí onde o papel do gerente se torna fundamental.

Como assim? Eu explico, vamos ao segundo exemplo:

Imagine que haja um vazamento de água no escritório da diretoria. O primeiro funcionário, imediatamente corre atrás de um pano, de um balde e de um rodo para retirar toda a água do ambiente. Ele foi eficiente, pois fez de maneira certa o que deveria ser feito. Poucos tempo depois, o vazamento volta a alagar a sala, e o nosso funcionário volta a correr atrás de um pano, de um balde e de um rodo para retirar toda a água. Essa é a típica descrição de um enxugador de gelo eficiente.

Por outro lado, o segundo funcionário procurou observar toda a sala e tentar encontrar a origem para o surgimento de tanta água, concluiu que vinha exclusivamente do banheiro instalado dentro à sala. Uma vez lá dentro, percebeu que a torneira estava aberta e simplesmente a desligou, eliminando todo o problema de vazamento. Este funcionário foi eficaz, pois fez o que era certo fazer para solucionar o caso. Ele pensou ANTES de executar.

No caso do sapateiro, a probabilidade de ele se empenhar em fazer as coisas que não são certas é mínima, pois seu universo de trabalho é muito simples; não há divisão de tarefas; ele faz tudo. Não há necessidade de gerência, que surge quando há separação ou distribuição de tarefas entre pessoas. Nesse caso, o objetivo final, o resultado a ser alcançado pode não ficar bem nítido para todos.

Resumindo, a função do gerente, caso lhe perguntem, é levar as pessoas a fazer as coisas certas (eficácia), com a maior eficiência possível (menor uso de recursos, tempo, etc…)

Ficou claro?

Fonte: Portal Administradores

Saiba as diferenças entre Marketing Multinível e Pirâmide

Muito se fala a respeito dos perigos do Marketing Pirâmide, ilegal e proibido em vários países, inclusive no Brasil. Para evitar cair no conto do dinheiro fácil, Gabriel Rossi, especialista em marketing, explica como é possível diferenciar esse tipo de negócio do chamado Marketing Multinível, que tem finalidade legal.

O Marketing Multinível é um sistema de venda direta de produtos e serviços caracterizado pela formação de uma rede de contatos. Ao contrário do “esquema pirâmide”, em que os lucros são obtidos apenas pela contratação de associados, o Marketing Multinível tem produtos e serviços verdadeiros – portanto, há lucro.

Segundo Rossi, “muitas empresas sérias atuam no modelo de Marketing Multinível. Entretanto, existe também uma enorme gama de propostas em que o sistema não gera interesse suficiente de compradores e, com isso, novos interessados em participar irão gastar dinheiro com mensalidades, compras de kits etc”.

O especialista esclarece que, em geral, as empresas que realmente oferecem uma oportunidade crível nada cobram de imediato. No máximo, descontam algum valor do primeiro pagamento. “Se exigem, por exemplo, a compra de um guia, um kit ou algum outro utensílio, é preciso desconfiar. Afinal, pode-se estar diante de uma atividade que busca apenas obter alguns reais do consumidor”, diz Rossi.

A oferta do dinheiro fácil mediante uma estrutura de negócio que leva à pirâmide ainda atrai muita gente. Afinal a internet exibe inúmeras novas promessas de negócios desse tipo bastante chamativas. “Fundamentalmente, um negócio sério, do ponto de vista de marketing, é caracterizado por sua habilidade de cumprir o que promete. Podemos afirmar que quando não há lacuna entre percepção e realidade, o negócio é íntegro e autêntico”, explica o especialista.

É preciso, portanto, resistir à sedução de propostas que anunciam ganho rápido e fácil. “Não deve-se acreditar na ideia de ficar sentado de chinelos na piscina, ocasionalmente utilizando o computador enquanto o dinheiro entra na conta. Isso é até possível, porém fruto de anos de trabalho. Vale prezar pela sobriedade do que é oferecido e pela validação de pessoas que já experimentaram o oferecido”, finaliza.

Abaixo, estão alguns procedimentos valiosos para um bom negócio no Marketing Multinível:

– Saiba quais são os objetivos da empresa. Qual o produto? É sustentável?

– O negócio é formal, com CNPJ?

– Exija saber com quem você está lidando. Quem são os responsáveis pelo negócio?

– Quais os custos adicionais?

– Eu domino o produto ou serviço que irei oferecer?

– Há demanda suficiente para cobrir os custos?

– Tenho um plausível entendimento de como computadores e a internet funcionam?

– Quais as condições para a devolução? Antes de pagar por qualquer coisa, pergunte a política estabelecida pela empresa em caso de insatisfação.

Fonte:Portal Administradores

O professor de Harvard que ensina a ser feliz

Os cursos mais populares da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, não ensinam medicina nem direito, mas felicidade. No ano passado, mais de 1 000 alunos se inscreveram para assistir às aulas do professor Tal Ben-Shahar, que usa um ramo da psicologia para ajudar os estudantes de graduação na busca da realização pessoal.

Na primeira vez que ministrou o curso, há dez anos, oito pessoas se inscreveram. A fama cresceu e, embora os alunos façam trabalhos, não recebem notas, mas algo mais pessoal. “Eles falam que a aula muda a vida deles”, diz Tal. Nesta entrevista, ele mostra como encontrar satisfação profissional e pessoal.

VOCÊ S/A – Aulas que têm como enfoque otimismo e felicidade não são algo comum em uma universidade tradicional como Harvard. Por que criou o curso?

Tal Ben-Shahar – Comecei a estudar psicologia positiva e a ciência da felicidade porque me sentia infeliz. No meu segundo ano de estudante em Harvard, quando cursava ciência da computação, eu era bem-sucedido, pois tinha boas notas e tempo para atividades que me davam prazer, como jogar squash. Mesmo assim era infeliz.

Para entender por que, mudei de área e fui cursar filosofia e psicologia. Meu objetivo era responder a duas perguntas: por que estou triste e como posso ficar feliz? Estudar isso me ajudou, e decidi compartilhar o que aprendi.

VOCÊ S/A – Uma pesquisa de doutorado feita no Brasil revela visões diferentes do que é ser bem-sucedido, que vão além de dinheiro e poder. As pessoas buscam algo mais profundo?

Tal Ben-Shahar – Sucesso não traz, necessariamente, felicidade. Ter dinheiro ou ser famoso só nos faz ter faíscas de alegria. A definição de sucesso para as gerações mais novas mudou. Não é que as pessoas não busquem dinheiro e poder, mas há outros incentivos.

No passado, sucesso era definido de maneira restrita, e as pessoas ficavam numa empresa até a aposentadoria. Agora, há uma ânsia por ascender no trabalho, ter equilíbrio na vida pessoal e encontrar um propósito.

VOCÊ S/A – Qual a principal lição sobre a felicidade o senhor aprendeu? 

O que realmente interfere na felicidade é o tempo que passamos com pessoas que são importantes para nós, como amigos e familiares — mas só se você estiver por inteiro: não adianta ficar no celular quando se encontrar com quem você ama. Hoje, muita gente prioriza o trabalho em vez dos relacionamentos, e isso aumenta a infelicidade.

VOCÊ S/A – Descobrir para onde queremos ir seria a grande questão?

Muita gente não sabe o que pretende da vida simplesmente porque nunca pensou sobre o assunto. As pessoas vivem no piloto automático. Ouvem de alguém que deveriam ser advogado ou médico, e acreditam em vez de se perguntar do que gostam. Essa é a questão fundamental.

VOCÊ S/A – Como aplicar as diretrizes da psicologia positiva no dia a dia do trabalho?

Uma maneira é pensar nos progressos diários que um profissional alcança no fim de cada dia. Segundo uma pesquisa de Teresa Amabile, professora de administração da Harvard Business School, quem faz isso tem índices mais altos de satisfação e é mais produtivo.

Deve-se também valorizar os próprios pontos fortes e, no caso dos chefes, os pontos fortes das pessoas da equipe, o que aumenta a eficiência dos times. Isso não significa deixar de lado as fraquezas, que devem ser gerenciadas. Apenas que a maior parte da energia precisa ser gasta fortalecendo os pontos fortes ao máximo.

VOCÊ S/A – Dá para fazer isso mesmo em momentos de crise ou de baixo desempenho?

Sim, desde que os profissionais sejam realistas. Em 2000, quando Jack Welch­ (ex-presidente da GE e referência em gestão) foi nomeado o gerente do século pela revista Fortune, perguntaram que conselho ele daria a outros gerentes. A resposta foi: aprendam a encarar a realidade.

O mesmo se aplica nesse caso. A psicologia positiva não defende que os erros e os pontos fracos sejam ignorados. Apenas propõe uma mudança de foco: parar de enxergar só o que vai mal e ver o que dá certo — mesmo nas crises. A proposta é observar o quadro completo da realidade.

VOCÊ S/A – Qual sua opinião sobre o discurso de que basta fazer o que ama para encontrar satisfação profissional?

Isso pode ser a solução para alguns. Na maioria dos lugares e trabalhos, é possível identificar aspectos significativos para cada pessoa. Uma pesquisa feita com profissionais que trabalham em hospitais mostrou que tanto no caso de médicos quanto de enfermeiros e auxiliares havia profissionais que enxergavam o trabalho como um chamado e outros que o viam apenas como um emprego.

Em outras palavras, o foco que damos ao trabalho acaba sendo mais importante do que a natureza dele. Alguém que é funcionário de um banco pode pensar que trabalha com planilhas o dia todo ou que está ajudando as pessoas a gerenciar sua vida.

VOCÊ S/A – O jornalista britânico Oliver Burkeman defende que não se deve buscar felicidade, mas o equilíbrio, pois ninguém pode ser feliz sempre. O que acha disso?

Concordo. A primeira lição que dou na minha aula é que nós precisamos nos conceder a permissão de sermos seres humanos. Isso significa vivenciar emoções dolorosas, como raiva, tristeza e decepção. Temos dificuldade de aceitar que todo mundo sente essas emoções às vezes. Não aceitar isso leva à frustração e à infelicidade.

VOCÊ S/A – O senhor é feliz? 

Eu me considero mais feliz hoje do que há 20 anos e creio que serei ainda mais feliz daqui a cinco anos. A felicidade não é estática. É um processo que termina apenas com a morte. Encontrei significado em meu trabalho e faço o que me dá prazer, mesmo tendo, como todo mundo, momentos de estresse e sofrimento — esse é o equilíbrio que todo profissional deve almejar.

Mas também procuro desfrutar de coisas fora do mundo do trabalho: passar tempo com minha família, com meus amigos e encontrar um espaço na agenda para a ioga. Tudo com moderação.

Fonte: VOCÊ S/A

10 coisas que você não deve fazer em sua tese ou dissertação

Dicas para quem está escrevendo, ou vai começar a escrever sua tese ou dissertação.

Escrever um trabalho acadêmico de conclusão de curso é ao mesmo tempo uma tarefa incrível e árdua. Antes dos confetes e da bandeirada na linha de chegada haverá momentos de euforia, reflexão, desânimo e desespero, não necessariamente nesta ordem. Por isso, fizemos uma lista com algumas dicas para quem está percorrendo este caminho:

1. NÃO PROCRASTINE
Parece mágica: é só sentar em frente ao computador para escrever nosso trabalho que qualquer coisa na internet ou na televisão se torna mais atraente e interessante. De vídeos de humor no YouTube a chamadas sobre a Nana Gouveia no site da Globo. E é aí que mora o perigo: o tempo passa, o prazo final se aproxima, e aquilo que poderia ter sido escrito com calma e muito cuidado, acaba por ser escrito às pressas. A dica aqui é uma só: disciplina. Organize seu tempo, estabeleça metas diárias, semanais e mensais, e se policie. Está com bloqueio criativo? Fica encarando o cursor piscando na tela em branco? Pare de pensar que seu trabalho necessita ser escrito de forma linear, ou seja, do começo ao fim. Comece escrevendo qualquer parágrafo, trecho ou parte que lhe vier à cabeça naquele momento. Você irá perceber que após começar, uma ideia vai puxando outra, e o texto irá fluir naturalmente.

2. NÃO SEJA PERDIDO
Uma frase repetida à exaustão em palestras motivacionais para empresários é “para quem não sabe aonde quer chegar, qualquer lugar servirá“. Pois esta ideia se aplica à elaboração do seu trabalho acadêmico também. Depois de todo o trabalho de coleta e análise dos dados, e com suas hipóteses e seus objetivos em mente, escreva suas conclusões. As conclusões não devem ser a última parte a ser escrita. Devem ser a primeira. Assim, é possível planejar todo o texto para que ele conduza e prepare o leitor para as conclusões. A definição das conclusões do trabalho também poderá auxiliá-lo na redação de todo o texto, principalmente, na discussão dos resultados.

3. NÃO ECONOMIZE NA LEITURA DE ARTIGOS
Em primeiro lugar, ler mais irá lhe auxiliar a escrever melhor. Você deve ouvir isso desde o ensino fundamental. Acredite, é verdade. Além disso, ler vários artigos relacionados ao seu tema irá lhe proporcionar maior segurança na discussão de seus resultados e outras formas de observar seu problema de pesquisa. Dominar o assunto sobre você está escrevendo e fundamental, por isso, não tenha preguiça de ler muitos artigos.

4. NÃO SUBESTIME A ABNT
Não existe nada mais chato que formatar um texto segundo as normas da ABNT. Evite deixar para fazer isso apenas após o término do trabalho, quando provavelmente estará cansado e sem muita paciência. Aprenda as normas previamente e já escreva seu texto segundo elas, principalmente se você não utiliza um gerenciador de citações bibliográficas, como o EndNote, o Mendely ou o Zotero. Descobrir os autores das citações que você não colocou a referência enquanto escrevia pode levar um bom tempo, o que torna a tarefa antiprodutiva.

5. NÃO ESPECULE
Evite generalidades, mas abuse dos dados. Generalidades são boas para conversa de mesa de bar. Cada afirmação do seu texto deve ser capaz de ser respaldada por dados, informações e interpretações encontradas em artigos e textos de outros autores ou na sua própria pesquisa. Não importa o que – ou quem – você usa para embasar suas afirmações, nem que você referencie explicitamente cada afirmação, mas todas as afirmações precisam ser suportadas de alguma forma.

6. NÃO COLOQUE EM SEU TEXTO ALGO QUE NÃO SAIBA EXPLICAR
Se você que estudou aquele tema durante meses, “viveu” seu trabalho, e escreveu o texto, não compreende completamente o que algo significa, imagine quem está lendo seu trabalho. Existe, portanto, uma enorme possibilidade da banca perguntar sobre isso. Se for algo imprescindível ao trabalho, trate de estudar e dominar aquele assunto. Caso contrário, não se complique à toa.

7. NÃO FAÇA UMA “COLCHA DE RETALHOS”
Escrever um trabalho acadêmico é mais do que apenas fornecer informações ou opiniões de outros autores. Faça uma discussão sobre estas informações, relacione-as com os seus resultados, com os resultados de outros autores. Demonstre que você domina o assunto e que consegue tornar o texto mais agradável, desenvolvendo um estilo próprio.

8. NÃO FIQUE COM APENAS DUAS OPINIÕES
Terminou de escrever seu trabalho? Depois de duas ou três leituras você e seu orientador provavelmente não conseguirão encontrar mais nenhum erro. Parece que nós nos “acostumamos” com eles. Por isso, peça para seus colegas de curso, seu vizinho, seu namorado, sua tia lerem seu trabalho também. Cada pessoa que ler seu trabalho terá uma visão diferente sobre ele, baseada em sua história de vida e em seus conhecimentos. Tenho certeza que você irá se surpreender com o resultado desta dica.

9. NÃO CONFIE EM SEU COMPUTADOR
Tenha cópias do seu trabalho impressas, em seu email, em HD externo e nas “nuvens” (Google Drive, Dropbox, etc). A lei de Murphy é implacável com a pós-graduação, portanto é melhor não arriscar. Também não confie em sua impressora na véspera da entrega do trabalho. Se possível, termine e imprima seu trabalho com um dia de antecedência para evitar surpresas desagradáveis.

10. NÃO BRIGUE COM SEU ORIENTADOR
Seu orientador não responde seus e-mails, não atende suas chamadas, não lê seu texto e te bloqueou no Facebook. É complicado, eu sei. Mas conte até dez e evite discutir desnecessariamente com seu orientador, afinal, você depende dele. Na hora da defesa, ele pode comprar sua briga ou te jogar para os leões. Pense nisso.

Fonte: posgraduando

Oficina de “Métodos e Técnicas de Pesquisa em História Global e Relações Internacionais”

OficinaA ser realizada no CPDOC em São Paulo/SP, esta oficina é desenhada para candidatos a programas de mestrado, mestrandos e candidatos a programas de doutorado cujas pesquisas encontram-se na intersecção entre as disciplinas acadêmicas de História e Relações Internacionais.

O Centro de Relações Internacionais da FGV, sediado no CPDOC, custeará passagens, hospedagem em albergue e alimentação dos candidatos oriundos de outras cidades. Serão oferecidas 10 vagas.

Esta oficina requer dedicação exclusiva. As sessões terão duração de 90 min, sendo seguidas de trabalhos práticos, nos quais os participantes terão a oportunidade de aplicar os temas estudados em suas respectivas monografias, dissertações ou projetos de dissertação ou tese.

Os candidatos devem enviar uma curta apresentação de seu projeto de pesquisa de, no máximo, 500 palavras, além de uma cópia de seu Currículo Lattes, para ri@fgv.br, até o dia 15 de março. Os candidatos selecionados receberão uma lista de leituras antes da oficina.

Fonte: FGV

Bibliotecas da UFC reduzem atendimento para inventário do acervo

Anualmente, a Biblioteca Universitária da UFC realiza o inventário de seu patrimônio bibliográfico, atividade que se dá por exigência do Tribunal de Contas da União. O procedimento referente ao ano de 2014 será realizado de 26 de janeiro a 6 de fevereiro. Por isso, durante o inventário, as bibliotecas estarão abertas exclusivamente para a devolução de livros e para a entrega de declaração de quitação (“nada consta”). A renovação pela Internet continuará disponível, mas a liberação de reservas estará suspensa durante o inventário, sendo retomada normalmente a partir de 9 de fevereiro. Não serão cobradas multas referentes a esse período.

A Direção da Biblioteca Universitária solicita a compreensão de todos quanto aos transtornos que essa medida poderá causar, comprometendo-se a agilizar ao máximo tal procedimento com o intuito de voltar a prestar serviços da melhor qualidade possível a nossos usuários.

Fonte: Biblioteca da UFC

Como fazer sua equipe amar a segunda-feira

Para boa parte das pessoas, a segunda-feira é o pior dia da semana, pois significa voltar a uma rotina de trabalho muitas vezes enfadonha ou emocionalmente desgastante. Encerrar o final de semana de lazer e descanso para retornar às atividades corriqueiras é uma transição que deve acontecer semanalmente, mas o ideal é que essa adaptação não seja difícil e sim o mais natural possível. Quando isso não acontece, de quem é a culpa?

Há algumas respostas possíveis e cada caso é um caso, mas, em geral, o problema pode ser individual ou coletivo. No primeiro cenário, o profissional está passando por uma fase difícil, e apesar de gostar do seu trabalho e da empresa na qual colabora, não consegue encontrar satisfação ali. Essa é uma questão pessoal. Mas na grande maioria das vezes o ambiente de trabalho não é motivador o suficiente para que o funcionário deseje voltar toda segunda-feira disposto a fazer seu melhor.

No livro “Até que enfim é segunda”, de Roxanne Emmerich, a consultora aborda justamente esse tema. Sua proposta é mostrar como criar um ambiente de trabalho que estimule a produtividade e consequentemente melhore os resultados financeiros da empresa em questão.

Ela dá o seguinte exemplo para ilustrar um ambiente desagradável: como em uma viagem de férias na qual a família briga no carro – um reclama, outro quer que todos sigam seu roteiro, outro está cansado e frustrado, enquanto alguém faz questão de dizer que não queria estar ali – uma empresa pode se tornar uma espécie de bolha tóxica, propícia à proliferação de comportamentos disfuncionais, transmitindo a negatividade aos clientes.

O ponto defendido pela autora é que transformar o ambiente de trabalho em um local agradável, produtivo e que nutre a criatividade, proporcionando as condições necessárias para o desenvolvimento das atividades propostas, é uma mudança que culminará em aumento de lucros e crescimento da empresa. Profissionais mais satisfeitos com o que fazem e onde o fazem são colaboradores mais eficientes, contribuindo de forma eficaz para o sucesso da equipe que integram. Um ambiente motivador é aquele para o qual se deseja voltar toda segunda-feira.

No referido livro, Emmerich compartilha suas dicas para alcançar essa atmosfera de produtividade e realização, por mais difícil que seja a situação inicial. Confira abaixo algumas das estratégias que farão você e sua equipe passarem a pensar “até que enfim é segunda”.

Assuma a responsabilidade, tome a frente

É preciso tomar a iniciativa de transformar o lugar, ainda que você não ocupe uma posição de liderança. Uma mudança de atitude em nível pessoal, acompanhada de persistência, pode desencadear uma transformação coletiva. Como fazer isso? Observar locais – lojas, bancos, outros estabelecimentos – que transmitam harmonia e positividade, para assim captar ideias de como criar um ambiente desse tipo.

Coloque no papel o que precisa ser mudado e que tipo de comportamento deve ser substituído. Abolir atitudes prejudiciais é um ponto importante. Atente para as pessoas que precisarão de ajuda para aceitar uma mudança, e se inclua nesse grupo, se for o caso. A honestidade com os outros e consigo próprio é a chave para identificar as áreas mais problemáticas do seu ambiente de trabalho, de forma que elas possam ser expostas para a equipe, com o objetivo de mostrar o quanto certas mudanças seriam benéficas para todos.

Motive a equipe e mantenha a comunicação aberta

Se colegas ou superiores não reconhecem os esforços e desempenhos uns dos outros, é difícil encontrar motivação para fazer um bom trabalho. A frustração se torna constante e pode resultar em desânimo, inveja, insegurança, sentimentos que contribuem para que o ambiente continue tóxico e pesado.

Ao invés de esperar festas de final de ano para elogiar alguém, faça isso sempre que sentir vontade ou achar que convém. “Trate a todos da forma como gostaria de ser tratado e admita isso – como qualquer pessoa, você também gosta de receber elogios”, afirma Emmerich. Alimente boas expectativas com relação às pessoas à sua volta e recompense-as com reconhecimento e apreço verdadeiros. Mantendo a comunicação aberta dessa forma, será bem mais fácil tanto elogiar quanto fazer críticas construtivas, para que o ambiente seja agradável e inspire confiança.

Fonte: Portal Administradores

Bibliotecas da UFC receberão mais de 40 mil novos exemplares de livros em 2015

As bibliotecas da UFC receberão cerca de 6.700 títulos de livros nacionais e estrangeiros impressos como resultado do Edital nº 01/2013 do Programa Especial de Atualização dos Acervos de Bibliotecas. O edital foi lançado em agosto deste ano e foram recebidas propostas de atualização do acervo das bibliotecas das coordenações dos cursos de graduação. Os mais de 40.000 novos exemplares devem chegar às bibliotecas no decorrer de 2015.

O montante final da aquisição ultrapassou os R$ 4,4 milhões. Veja na tabela

livrosA relação de livros para compra foi feita a partir de estudos realizados pela Biblioteca Universitária que identificaram no acervo da UFC as necessidades quanto à cobertura das Bibliografias Básicas indicadas nos cursos, levando também em consideração as demandas de uso (empréstimos, renovações, reservas) dos títulos pelos usuários no Sistema de Bibliotecas da UFC. As propostas resultantes desses estudos foram encaminhadas às Coordenações dos Cursos de Graduação para o acréscimo de títulos complementares pertinentes às suas áreas.

O Programa Especial de Atualização dos Acervos de Bibliotecas destina anualmente, desde 2009, recursos para a renovação dos acervos bibliográficos dos cursos para garantir as condições necessárias de aprendizagem aos estudantes.

Fonte: Portal da UFC

Visite-nos!

(85) 3366-7819 ou (85) 3366-7821
Segunda - Sexta
08h - 21h

Biblioteca da FEAAC

%d blogueiros gostam disto: